segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Uma Visão

• Excertos de Jorge Mautner ( * ) extraídos da obra “A mitologia do Kaos”

O sexo é o amor e tem que existir. *
Sei que se te visse num campo ermo não iria resistir
Faria o amor prevalecer
Faria bem ali.

Esses dias atrás me perdi em uma visão de você quando te observava
Você sobre mim, envolto em ti só os lençóis em suas pernas e a luz lunar azulada.

Você sobre mim com sua dança,
E a dança é o movimento de tudo*
A dança a qual não se cansa
De um ritmo forte e mudo.

Tão magra e pálida sob o sol da noite encantada
Eu guiava sua dança com as mãos na cintura fina e tão cálida
Apoiavas as mãos em meu peito suado e viril
E fechavas os olhos em um transe louco e febril.

Nossos corpos deslizam no suor que o fato extrai.
E o suor é o cimento da carne*.
Somos um só corpo, bicolor, mas somos iguais
Envoltos, sob o manto lunar que protege todos nós.

2 comentários:

Diego Rivera disse...

Inspirado... Incrivel como um conjunto de letras em breves versos consegue carregar consigo tanta energia; Muito bom!

"Gastei uma hora pensando em um verso
que a pena não quer escrever.
No entanto ele está cá dentro
inquieto, vivo.
Ele está cá dentro
e não quer sair.
Mas a poesia deste momento
inunda minha vida inteira."

(C.D.A.)

Alessandro Vargas disse...

Gosto da forma como o Carlos Drummond consegue expressar tanta verdade em seus versos...

Esse dom é meu fascínio!

Obrigado Diego!